Roteiro e dicas de Prado, no Sul da Bahia
Bahia Brasil Prado

Roteiro e dicas de Prado, no Sul da Bahia

Por Camilla Ribeiro    Postado em 10.01.2022

Prado é a vila com acesso mais fácil de toda a Costa das Baleias, estando a apenas 72km de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia. Só isso já deveria ser suficiente para despertar interesse para esse cantinho de beleza singular e intocada, mas Prado vai além e nos oferece muito mais!

Com 84 km de litoral praticamente desértico, o destino é perfeito para quem foge de multidões e gosta de tranquilidade. O centrinho, cheio de cores e sabores, esbanja charme e fofura, com direito a uma placa, em frente à Igreja Matriz, com o apelido da cidade: “Pradin de Açúcar” – como não se apaixonar?!

A Igreja Matriz, no centrinho de Prado (Foto: Viagem no Detalhe)
Acesso a uma das praias, do norte do vilarejo (Foto: Viagem no Detalhe)

Prado é também parte importante da história do Brasil: sabia que foi nesse distrito que Pedro Álvares Cabral avistou o Monte Pascoal? É lá também onde fica a Praia do Descobrimento, a Barra do Cahy!

Enfim, não faltam motivos para conhecer a cidade e tenha a certeza que, depois de ir para Prado, é impossível não se apaixonar!

// COMO CHEGAR?

De avião, o aeroporto mais perto de Prado é o de Teixeira de Freitas, a apenas 72 km de distância. Contudo, o aeroporto de Porto Seguro, a 207km de distância é o que mais recebe vôos. Você pode descer em qualquer um dos dois e completar o percurso até lá de carro.

Como esse destino fez parte do meu Roteiro de carro de carro do Rio de Janeiro até o Sul da Bahia, eu fiz o trecho de carro. Primeiro, fui do Rio de Janeiro até Pedra Azul (nesse post aqui tem todas as dicas de Pedra Azul), de Pedra Azul segui até Itaúnas (nesse post aqui tem todas as dicas de Itaunas) e, de Itaúnas, fui até Prado (são cerca de 237 km). Achei a estrada bem tranquila.

// QUANDO IR?

Prado pode ser visitada o ano todo. Os meses de maior vida no vilarejo são de dezembro a março, durante o verão. Já os meses de agosto e setembro são considerados os com menor chance de chuva. Entre julho e novembro, há a possibilidade de avistar baleias.

Eu estive lá em junho e, apesar de ter pego alguma chuvinha fina de manhã, aproveitei dias de sol na maior parte da viagem.

Praia da Paixão, em Prado (Foto: Viagem no Detalhe)

// QUANTO TEMPO FICAR?

Recomendo de 4 a 5 dias para curtir o melhor que o vilarejo tem a oferecer. Eu fiquei 4 dias e foi ótimo, mas ainda faltou coisa para conhecer!

// ONDE FICAR?

A rede hoteleira de Prado ainda é simples, portanto, não espere encontrar hotéis luxuosos ou pousadas de charme por lá. Eu optei por me hospedar na Pousada Casa de Maria, uma opção muito simpática e bem localizada na cidade, e recomendo!

A Pousada fica na região do Novo Prado, bem pertinho da praia central (dá pra ir a pé), mas também razoavelmente próxima do Beco das Garrafas (uma caminhada de 10 minutos, mais ou menos).

Piscina da Pousada Casa de Maria (Foto: Viagem no Detalhe)
Nosso quarto na Pousada Casa de Maria (Foto: Viagem no Detalhe)

Reserve aqui (sem custo adicional) sua estadia na Pousada Casa de Maria.

// O QUE FAZER?

Prado possui muita beleza e 84 km de litoral praticamente desértico, são muitas praias incríveis, de norte a sul. O ideal, na minha opinião, é estar de carro para poder ir varrendo todas as praias interessantes da região.

No meu roteiro, eu reservei um dia para cobrir o litoral, da praia central até o norte, parando em vários pontos, um dia para curtir o litoral sul (mais especificamente a incrível praia de Guaratiba) e metade de um dia (que foi o que cheguei) para curtir a Praia Central.

➦ Praia Central – essa praia é mais simples, mas é a mais acessível a pé do centro do vilarejo. Era bem pertinho do meu hotel (que ficava no Novo Prado) e tem vários quiosques ao longo da orla. No meu primeiro dia em Prado, cheguei na parte da tarde e fiquei o restinho do dia lá.

Praia Central de Prado (Foto: Viagem no Detalhe)

Praias da Lagoa Pequena e da Lagoa Grande – Seguindo na direção norte, a partir da praia central (no sentido Cumuruxatiba), é possível fazer um belo passeio panorâmico de carro, parando nas várias praias que compõem o litoral de Prado.

As primeiras delas são Lagoa Pequena e Lagoa Grande, que possuem também a opção de banho de água doce. Eu, particularmente, não cheguei a parar para mergulhar, mas gostei de apreciar a vista.

Praia da Lagoa Pequena, em Prado (Foto: Viagem no Detalhe)
Praia da Lagoa Grande (Foto: Viagem no Detalhe)

Praia do Farol – É a praia seguinte, no passeio rumo ao norte de Prado. Nela, surgem as falésias que acompanham o relevo do litoral até chegar em Cumuruxatiba. Achei belíssima e parei para uma caminhada na areia, admirando as falésias.

As falésias surgem na paisagem de Prado, a partir da praia do Farol (Foto: Viagem no Detalhe)
Praia do Farol (Foto: Viagem no Detalhe)

Praia da Paixão – Foi uma das minhas favoritas e a que escolhi para “fazer praia” no dia desse passeio pelo litoral de Prado. Além de uma extensa faixa de areia bem tranquila, com mar calmo, essa praia também possui um rio, que desemboca no mar.

Há algumas barracas com serviço, mas tudo é bem simples – não vá com altas expectativas nesse sentido. Nós compramos uns petiscos bem fracos, só para ter algum almoço, mas teria sido melhor ter levado algo, se tivesse me planejado.

Praia da Paixão, uma das minhas favoritas (Foto: Viagem no detalhe)
A Praia da Paixão também oferece banho de rio (Foto: Viagem no detalhe)

➦ Praia do Tororão – mais uma praia lindíssima do litoral de Prado, seu estilo selvagem me lembrou algumas praias de Milos, na Grécia. Quando fui, tinha lido que havia um restaurante/quiosque bem legal lá, mas estava fechado (não consegui descobrir se definitivamente, ou só pela época do ano) – fica o alerta, de qualquer forma.

Praia do Tororão, em Prado (Foto: Viagem no Detalhe)
Praia do Tororão, em Prado (Foto: Viagem no Detalhe)

Outras praias ao norte – seguindo sempre rumo ao norte, a partir da Praia do Tororão, há ainda uma série de praias incríveis no litoral de Prado, que vale a pena conhecer: Japara Grande, Cumuruxatiba e Barra do Cahy (a chamada “Praia do Descobrimento”, por ter sido o primeiro ponto de desembarque da esquadra de Pedro Álvares Cabral).

Para conhecê-las, eu precisaria ter tido um dia a mais no meu roteiro. Como não queria correria, deixei essas praias para uma próxima vez – quem sabe inclusive me hospedando em Cumuruxatiba? 🙂

Ponta do Corumbau – Localizada a 89 km de distância de Prado, esse é um dos destinos mais lindos da Bahia e – por que não dizer? – do Brasil! É possível fazer um bate e volta (de carro ou de barco), de Prado até lá.

Mas eu optei por seguir rumo a Corumbau, a partir de Prado, e passar alguns dias no destino. Foi a melhor escolha! Dessa forma, vou deixar minhas dicas de Corumbau num post exclusivamente dedicado a esse destino – depois coloco o link aqui.

A magnífica Ponta do Corumbau (Foto: Viagem no Detalhe)

Praia de Guaratiba – Localizada no extremo sul de Prado, essa praia tem uma faixa de areia enorme, praticamente deserta, água morna, calma e azul clarinha. Foi uma das minhas favoritas dessa região!

Praia de Guaratiba, em Prado (Foto: Viagem no Detalhe)

Fica dentro de um condomínio (mas com acesso liberado ao público) e possui alguns quiosques na orla bem gostosos. Tirei um dia só para curtir essa praia e foi uma delícia – recomendo!

Praia de Guaratiba praticamente deserta (Foto: Viagem no Detalhe)
Nosso almoço, em um dos quiosques da praia (Foto: Viagem no Detalhe)

Beco das Garrafas – é o centrinho gastronômico de Prado, que é a coisa mais fofa – parece cidade cenográfica! Os principais restaurantes e bares se concentram lá e nos seus arredores.

A gastronomia de Prado, aliás, também surpreende, com restaurantes com muitos pratos autorais e vencedores do festival gastronômico local.

Beco das Garrafas, em Prado (Foto: Viagem no Detalhe)
Fachada do Restaurante Banana da Terra, em Prado (Foto: Viagem no Detalhe)

// ONDE COMER?

➦ Restaurante Jubiaba – restaurante delicioso e com ótimo atendimento! Não deixe provar o Budião, o peixe típico da região. Pedi o budião à beira-mar (ao molho de alcaparras e arroz com frutos do mar, R$154, 2 pessoas – valor de junho/21) – estava maravilhoso!

Budião à beira mar no Jubiabá (Foto: Viagem no Detalhe)

Banana da Terra – Decoração linda, ótimo atendimento e pratos deliciosos! Estive lá duas vezes na viagem de tanto que curti. Recomendo muito a entrada, o Comer, Rezar e Amar (camarão envolto no coco com chutney de manga – R$130 – valor de junho/21) e, pra principal, o Alaô (mix de camarões e lagosta cozidos em vinho branco, tomates e catupiry – R$210 – valor de junho/21)

Entrada “Comer, Rezar e amar” (Foto: Viagem no Detalhe)
Os pratos do Banana da Terra tem linda apresentação (Foto: Viagem no Detalhe)

Armazém Restaurante – mais uma opção no Beco das Garrafas. Provei o bobó de camarão, mas confesso que não foi minha refeição preferida em Prado – acho que pedir petiscos talvez seja uma melhor pedida nesse restaurante. O ambiente do Armazém é bem agradável.

Armazém Restaurante (Foto: Viagem no Detalhe)

Lampião Burger – Original de Brasília, o Lampião Burger tem a proposta de preparar burgers artesanais cheios de personalidade. Não cheguei a provar, mas ouvi as melhores recomendações e achei o espaço uma gracinha!

Lampião Burger (Foto: Viagem no Detalhe)

***

Espero que vocês estejam gostando de acompanhar as dicas de mais essa viagem! No próximo post, conto sobre como foi minha experiência em Corumbau, o quarto e penúltimo destino que visitei nessa road trip do Rio de Janeiro até o sul da Bahia.

Obrigada pela visita!

Beijos,

Camilla

Acompanhe minhas viagens em tempo real pelo Instagram >>@viagemnodetalhe

Se você gosta das dicas do blog, ajude na sua manutenção, reservando seus hotéis e pousadas pelos links daqui. Isso não aumenta em nada o valor da sua reserva e gera um pequeno percentual revertido para o blog 

Compartilhe!
Deixe seu Comentário

 
1 Comentário
  1. […] BahiaHotel: Pousada Casa de MariaDias 10 a 12 – Corumbau, BahiaHotel: Vila NaiaDia 13 –  Prado, Bahia Hotel: Pousada Casa de Maria Dias 14 e 15 – Santa Teresa, ESHotel: Pousada […]

Lugares que já visitei
Instagram: @viagemnodetalhe