Vale dos Vinhedos: roteiro de vinhos no sul do Brasil
Brasil Rio Grande do Sul Vale dos Vinhedos

Vale dos Vinhedos: roteiro de vinhos no sul do Brasil

Por Camilla Ribeiro    Postado em 30.03.2019

Quem já acompanha o blog há um tempo sabe que o enoturismo é uma das minhas grandes paixões! Já fiz várias rotas de vinho, pelo mundo afora (aqui no blog, você  pode ver minhas dicas de Mendoza, Carmelo, Vale do Colchagua), mas ainda não tinha conseguido conhecer uma das principais rotas de vinhos aqui no Brasil: o Vale dos Vinhedos!

estrada_do_vinho_vale_dos_vinhedos

A famosa Estrada do Vinho, no coração do Vale dos Vinhedos (Foto: Viagem no Detalhe)

No réveillon do ano passado, risquei finalmente o destino da minha listinha e me encantei demais com Bento Gonçalves e arredores! Nosso Brasil é mesmo enorme e cheio de diversidade – como é bom viajar por aqui!

spa_do_vinho_frente

Cenários idílicos de Bento Gonçalves (Foto: Viagem no Detalhe)

cave_geisse_terroir_experience_vinhedos

Vinhedos da belíssima Cave Geisse (Foto: Viagem no Detalhe)

O Vale dos Vinhedos é super estruturado para o turismo, tem diversas vinícolas incríveis e muitas paisagens lindas! Lá, é possível degustar alguns dos melhores rótulos nacionais e, se você ainda torce o nariz para vinhos produzidos por aqui, garanto que uma viagem para lá vai te fazer mudar de ideia rapidinho!

spa_do_vinho_por_do_sol_brinde

Brinde no pôr do sol cinematográfico visto no Spa do Vinho (Foto: Viagem no Detalhe)

Enfim, se você busca um destino romântico, com vinhos de alta qualidade, hotéis charmosos, boa gastronomia, muita natureza e cenários cinematográficos, o Vale dos Vinhedos é pra você!

spa_do_vinho_por_do_sol_brinde_romantico

Romance no Vale dos Vinhedos (Foto: Viagem no Detalhe)

// Como chegar?

O jeito mais prático de chegar ao Vale dos Vinhedos é voando até o aeroporto de Porto Alegre (que fica a aproximadamente 120 km de Bento Gonçalves vilarejo).

Para concluir o percurso até Bento Gonçalves, você pode alugar um carro (recomendo fazer a reserva pela Rent Cars) ou contratar um transfer (recomendo muito os serviços da Angelita: (54) 99627-6053).

// Como se locomover no Vale dos Vinhedos?

A maneira mais prática de se locomover no Vale dos Vinhedos é alugando um carro! Os pontos de interesse são bem espalhados e, dirigindo, você fica com mais liberdade para montar sua programação (além de gastar menos!).

Se você preferir não dirigir na viagem, por causa da bebida (como foi o nosso caso), há a opção de utilizar o aplicativo Garupa (que funciona como um uber local) ou de contratar um motorista particular.

Muito amigos meus, que estiveram recentemente no Vale dos Vinhedos, usaram o app Garupa e gostaram bastante, mas, para mim, não funcionou! Não sei se é porque era Réveillon, mas nunca havia motoristas disponíveis, quando eu precisava solicitar. O jeito foi contratar motorista particular mesmo.

Como disse acima, usei os serviços da Angelita, que conheci lá mesmo e me atendeu super bem. Ela é super atenciosa e tem boas dicas da região. Recomendo!

// Quando ir?

O Vale dos Vinhedos pode ser visitado o ano todo. Considere ir no verão, nos meses de janeiro a março, para pegar as parreiras carregadas de uva (e quem sabe participar da festa da colheita da uva) ou no outono/inverno, para curtir um friozinho, acompanhado de um delicioso vinho.

cave_geisse_terroir_experience_hortencias

Dias lindos e flores exuberantes, em pleno verão, no Vale dos Vinhedos (Foto: Viagem no Detalhe)

pizzato_vale_dos_vinhedos_flores_vinicola

Stop and smell the flowers! (Foto: Viagem no Detalhe)

Eu fui no final de dezembro e curti deliciosos dias de verão na região, em seu cenário mais bonito, na minha opinião.

// Quanto Tempo Ficar?

Não tem tempo mínimo para ficar no Vale dos Vinhedos, especialmente se você for apaixonado por vinhos! Eu fiquei 4 dias completos e teria mais coisa para fazer, se ficasse mais. Mas, acho que essa quantidade de tempo, principalmente se for sua primeira vez por lá, é suficiente para conhecer as principais vinícolas e atrações da região!

// Onde Ficar?

Para conhecer o Vale dos Vinhedos, você não precisa, necessariamente, se basear em Bento Gonçalves. Mas essa, sem dúvidas, é a cidade com mais infra-estrutura e vinícolas abertas a visitação. Foi pensando nisso, que decidi me hospedar lá, mais especificamente no incrível Spa do Vinho!

spa_do_vinho_fachada

Fachada do Spa do Vinho (Foto: Viagem no Detalhe)

spa_do_vinho_lobby

O hall do hotel Spa do Vinho (Foto: Viagem no Detalhe)

O hotel, que conta com o selo Autograph Collection, tem uma mega infraestrutura e fortes vibes europeias. Quando cheguei lá e me deparei com sua imponente fachada, cercada por vinhedos a se perder de vista, nem acreditei que estava ainda no Brasil!

spa_do_vinho_quarto

Nosso quarto, no Spa do Vinho (Foto: Viagem no Detalhe)

estrada_do_vinho_spa_do_vinho_vale_dos_vinhedos

Vinhedos e, ao fundo, o imponente Spa do Vinho (Foto: Viagem no Detalhe)

A localização do hotel é excelente, em plena estrada do vinho, bem em frente à Miolo. Do hotel, é possível visitar, a pé, essa vinícola e a Lídio Carraro (sobre a qual falo mais abaixo, nesse post).

O café da manhã do Spa do Vinho é incrível, com um farto buffet, espumante à vontade e várias opções servidas à la carte, que variam diariamente. Aliás, super recomendo o restaurante Leopoldina para as demais refeições, especialmente para o jantar, quando o clima fica ainda mais romântico!

spa_do_vinho_cafe_da_manha

Café da manhã delicioso no Spa do Vinho (Foto: Viagem no Detalhe)

Da estrutura do hotel, minhas duas áreas favoritas foram a piscina, com vista para os vinhedos, e o spa, que fazendo jus ao nome do hotel, oferece vários tratamentos maravilhosos!

spa_do_vinho_piscina

Vista aérea do Spa do Vinho (Foto: Viagem no Detalhe)

Uma dica interessante é que, agendando um tratamento no spa do hotel, você tem direito a aproveitar a estrutura do spa durante toda a sua estadia. Essa estrutura conta com piscina aquecida coberta, espreguiçadeiras, frutas e chás. Uma delícia ficar relaxando por lá!

spa_hotel_spa_do_vinho

Piscina aquecida do spa do hotel (Foto: Viagem no Detalhe)

Enfim, adorei a experiência de me hospedar por lá e recomendo demais!

Reserve aqui (sem custo adicional) sua estadia no Spa do Vinho ou pesquise aqui outras opções de hotel no Vale dos Vinhedos.

// Quais Vinícolas Visitar?

A região do Vale dos Vinhedos é muito estruturada e a maioria de suas vinícolas está super preparada para receber os turistas, com muitas opções de passeios guiados, degustações e tantas outras atividades. As principais vinícolas se localizam nas cidades de Bento Gonçalves, Pinto Bandeira e Flores da Cunha.

Quando planejei minha viagem para o Vale dos Vinhedos, pesquisei com muita cautela as vinícolas que visitaria, para fazer uma seleção bem criteriosa em qualidade. Portanto, apesar de haver centenas de visitas por lá, vou falar aqui nesse post apenas das vinícolas que eu visitei e recomendo.

➼ Bento Gonçalves

Lídio Carraro – essa foi uma das minhas vinícolas favoritas da viagem!! A Lídio Carraro trabalha com o conceito purista, que prega, basicamente, a mínima intervenção para maximizar a expressão natural do vinho.

Os vinhos da Lídio Carraro não são filtrados e não é feito nenhum tipo de “correção” no vinho. O foco é a pesquisa prévia (no tipo de solo, uva etc), para se obter o melhor resultado. E que resultado! Os vinhos da Lídio são maravilhosos.

lidio_carrara_bento_goncalves

A entrada da casa da Lídio Carraro (Foto: Viagem no Detalhe)

A visita é super intimista, realizada na própria casa da família, onde é possível optar por 3 tipos de degustação: premium (5 rótulos da linha premium – R$ 25 por pessoa – valor de dez/2018),  top premium (6 rótulos da linha premium e 3 da linha top premium – R$ 50 por pessoa – valor de dez/2018) e raridades (6 rótulos da linha premium e 3 da linha top premium e 3 rótulos da linha raridades – R$ 120 por pessoa – valor de dez/2018) . Eu fiz a degustação top premium e adorei!

lidio_carrara_bento_goncalves_degustacao

Degustação Top Premium, na Lídio Carraro (Foto:Viagem no Detalhe)

Para grupos de até 8 pessoas não é preciso fazer reserva. Eu fui em plena semana do Réveillon, sem reserva, e foi super tranquilo. Consulte o site da vinícola apenas para confirmar os horários e dias das degustações.

 Vale a pena investir: o Pinot Noir da vinícola, considerado um dos melhores do mundo, o Malbec (que é super diferente de qualquer vinho dessa uva que você já tenha provado – super leve!!) e o excelente exemplar Quórum 2008.

Pizzato Vinhas e Vinhos–  A visita à Pizzato começa com uma incursão em parte dos belos vinhedos da vinícola, onde você pode ver a plantação da uva Merlot presente no exemplar premiado da vinícola.

pizzato_vale_dos_vinhedos

A plantação do Merlot especial da vinícola (Foto: Viagem no Detalhe)

pizzato_vale_dos_vinhedos_vinicola

Pelos vinhedos da Pizzato (Foto: Viagem no Detalhe)

A Pizzato possui uma longa história de amor à produção vinícola e produz ótimos rótulos vinhos. Vale a pena visitar!

pizzato_vale_dos_vinhedos_sala_degustacao

Sala de degustação da Pizzato (Foto: Viagem no Detalhe)

Depois de passear pelos vinhedos, passa-se a uma sala climatizada, onde é realizada uma degustação orientada de 8 rótulos de vinhos e espumantes das marcas Fausto e Pizzato (R$ 20,00 por pessoa – valor de dez/2018).

Para grupos de até 9 pessoas não é preciso fazer agendamento prévio.

 Vale a pena investir: no rótulo Concentus e no maravilhoso Merlot premiado da vinícola.

Almaúnica –  Também entrou para o rol das minhas vinícolas favoritas da região! a Almaúnica produz vinhos de altíssima qualidade e considero imperdível uma degustação por lá.

almaunica_degustacao_bento_goncalves_fachada

Entrada da Almaúnica (Foto: Viagem no Detalhe)

Assim como na Lídio Carraro, há 3 tipos de degustação disponíveis (com valores de R$ 50 a R$ 90). Eu escolhi a “Degustação 2” (R$ 60,00 por pessoa – valor de dezembro/2018), na qual são servidos os espumantes Brut Rosé e Nature e os vinhos Chardonnay, Cabernet Sauvignon, Syrah e Quatro Castas.

almaunica_degustacao_bento_goncalves

Na sala de degustação da Almaúnica (Foto: Viagem no Detalhe)

almaunica_degustacao_bento_goncalves_vinicola

Visual da frente da vinícola (Foto: Viagem no Detalhe)

 Vale a pena investir: no delicioso e elegante Reserva Almaúnica Merlot 2013 e no sensacional exemplar Quatro Castas (com 40% de Merlot, para garantir redondeza e elegância; 40% de Syrah, para garantir corpo e textura; 10% Malbec, para acrescentar suavidade e intensidade de cor e 10% Cabernet Sauvignon para dar estrutura e equilíbrio ao vinho – que combinação!!).

Barcarola – Essa vinícola não estava nos nossos planos originais, mas acabamos passando na sua frente e ficamos curiosos para conhecê-la, não só por isso, mas também por já ter tido uma degustação de seus vinhos no nosso hotel.

barcarola_vinicola_degustacao

Visita sem grandes frescuras na Barcarola (Foto: Viagem no Detalhe)

A visita é simples, feita no histórico casarão da Barcarola (construído em 1913 e hoje é tombada pelo patrimônio histórico do município!) e conduzida por um de seus donos, neto dos criadores da vinícola. Não há formalidades nem valor a ser pago pela degustação, nós fomos dizendo o que queríamos experimentar e os vinhos foram sendo servidos. No final da visita, compramos algumas garrafas.

barcarola_vinicola_bento_goncalves

Alguns dos rótulos da vinícola (Foto: Viagem no Detalhe)

A produção da Barcarola é pequena, mas de boa qualidade. Vale a pena conhecer!
 Vale a pena investir: no único e diferente rótulo Teroldege.

➼ Pinto Bandeira – aproximadamente 20 km de Bento Gonçalves

Cave Geisse – Visitar a Cave Geisse foi, disparado, um dos meus passeios favoritos no Vale dos Vinhedos!! Lá reservamos previamente o passeio Terroir Experience que percorre o território da vinícola em uma 4×4, parando em cachoeiras, parreirais e degustando os maravilhosos espumantes lá produzidos.

cave_geisse_terroir_experience

Terroir Experience, passeio imperdível na Cave Geisse (Foto: Viagem no Detalhe)

Fiquei impressionadíssima com a extensão do território da vinícola e com a consciência ambiental deles – não há uma super exploração do terreno, querendo aproveitar cada centímetro para a plantação, mas sim um super cuidado e preservação de cada cantinho!  A exuberância da natureza da Cave Geisse é incrível e no Terroir Experience você consegue ter uma boa noção disso, parando em cachoeiras, no cantinho zen e nas vinhas, é claro. A cada parada, uma degustação!

cave_geisse_terroir_experience_cachoeira

Primeira parada no Terroir Experience (Foto: Viagem no Detalhe)

cave_geisse_terroir_experience_2_parada

Degustação no Espaço Zen da Cave Geisse (Foto: Viagem no Detalhe)

Eu AMEI esse passeio, pela sua beleza, contato com a natureza e degustação deliciosa, além de ter tido a oportunidade de conhecer um pouco mais da inspiradora história da Cave Geisse.

cave_geisse_terroir_experience_vinicla

Lindos vinhedos da Cave Geisse (Foto: Viagem no Detalhe)

cave_geisse_terroir_experience_vnd

Terceira parada do passeio, com degustação de espumantes e mirtilos! (Foto: Viagem no Detalhe)

O valor do Terroir Experience foi de R$ 200 (para duas pessoas – valor de dez/2018) e é imprescindível reservar com antecedência, pois o passeio é privativo e só acontecem 4 saídas por dia 😉 Há também a opção de fazer apenas a visita e degustação na vinícola.

 Vale a pena investir: Nos exemplares Blanc de Blanc e Blanc de Noir, espumantes comparáveis a champagnes tops de linha. Também amei o espumante extra brut deles!

➼ Flores da Cunha – 70 km de Bento Gonçalves

Luiz Argenta  A vinícola Luiz Argenta produz excelentes vinhos e espumantes e tem uma área enorme e linda, aberta a visitação, mediante agendamento prévio. Eu optei por não fazer a visita guiada nessa vinícola, mas apenas conhecer seu Restaurante, o Clô, que aliás, super recomendo (veja mais sobre o assunto, no final desse post)!

luiz_argenta_vinicola_flores_da_cunha

Belíssima área verde da Luiz Argenta (Foto: Viagem no Detalhe)

//Onde Comer?

➼ Bento Gonçalves

Restaurante Leopoldina – Esse é o restaurante do Spa do Vinho, hotel em que me hospedei em Bento Gonçalves. Almocei nele no meu primeiro dia na região e jantei lá 2 vezes, sendo uma delas, no Réveillon, quando o hotel organizou uma super festa para comemorar a virada.

O restaurante apresenta uma gastronomia contemporânea deliciosa e é aberto a não hóspedes. Vale a pena conhecer!

spa_do_vinho_jantar_reveillon

Jantar de Réveillon no restaurante Leopoldina (Foto: Viagem no Detalhe)

Giordani Gastronomia Cultural – Apesar de não estar no nosso roteiro original (tivemos um contratempo com uma vinícola que errou nosso agendamento), acabamos almoçando nesse tradicional restaurante colonial num dos dias da viagem e nos surpreendemos!

A comida é servida em sistema de rodízio e é bem caseira (com origem nos descendentes italianos locais), farta e gostosa. Para quem curte restaurantes mais clássicos, é uma boa pedida!

giordani_gastronomia_cultural_restaurante

Giordani gastronomia cultura, restaurante tradicional em Bento (Foto: Viagem no Detalhe)

Vale Rústico – apesar de não ter conseguido ir a esse restaurante (ele infelizmente estava fechado na época do réveillon!), não poderia deixar de mencioná-lo no post, por sua excelente fama local! O Vale Rústico parece ter um ambiente muito romântico e apresentar uma gastronomia bem sofisticada. Morri de vontade de ir, espero conseguir visitá-lo da próxima vez que visitar a região!

➼ Pinto Bandeira

➦ Colheita Boutique Sazonal – restaurante localizado dentro da Pousada Dona Elida, em Pinto Bandeira, e focado em alimentos orgânicos, produzidos localmente, e no conceito de slow food. Fomos jantar lá na nossa primeira noite e gostamos muito!

colheita_boutique_sazonal_pinto_bandeira

Menu degustação no Colheita Boutique Sazonal (Foto: Viagem no Detalhe)

O menu degustação é composto de 7 etapas (valor de aproximadamente R$ 100 por pessoa – dezembro/2018), cada uma mais saborosa e inventiva que a outra. O ambiente é rústico mas bastante agradável – vale a pena conhecer!

colheita_boutique_sazonal_pinto_bandeira_jantar

Tilápia e risoto de ervilha com aspargos, um dos pratos do menu (Foto: Viagem no Detalhe)

➦ Wine Garden da Cave Geisse – localizado dentro da Cave Geisse, degustar petiscos e umas tacinhas de espumante por lá é um programa imperdível, daqueles para curtir sem pressa.

cave_geisse_wine_garden

O ambiente interno do wine garden da Cave Geisse (Foto: Viagem no Detalhe)

Depois de fazer o Terroir Experience, passamos por lá para provar as mini empanadas (R$42 – valor de dez/2018) e uma taça do Espumante Extra Brut da casa (R$30, a taça) – tudo delicioso!

cave_geisse_wine_garden_almoco

Empanadas e espumante, no Wine Garden da Cave Geisse (Foto: Viagem no Detalhe)

➼ Flores da Cunha

Clô Restaurante –  restaurante localizado dentro da Luiz Argenta, apresenta culinária sofisticada e um visual lindo demais! Me senti de volta Mendoza lá (o ambiente me lembrou um pouquinho o restaurante da O. Fournier, no Valle do Uco).

luiz_argenta_vinicola_flores_da_cunha_clo_restaurante

Um pouco do ambiente do Clô Restaurante (Foto: Viagem no Detalhe)

O menu do Clô é composto por 4 etapas (salada, primeiro e segundo pratos e sobremesa – R$105 – valor de dez/2018) e estava simplesmente maravilhoso! Para mim, foi a melhor refeição da viagem 🙂

luiz_argenta_vinicola_flores_da_cunha_almoco_clo_restaurante

Almoço com vista na vinícola Luiz Argenta (Foto: Viagem no Detalhe)

É importante reservar o almoço lá com antecedência. DICA VIAGEM NO DETALHE®: se você quiser degustar o menu com harmonização de vinhos, é preciso informar previamente (eu não sabia disso, quando fui, e não consegui!)

***

O Vale dos Vinhedos surpreende com muita beleza, infra-estrutura para visitação e belíssimos vinhos! Nossa produção nacional dá orgulho, de verdade, e essa rota de vinhos não fica atrás de nenhuma outra que visitei em países vizinhos.

spa_do_vinho_por_do_sol

Pôr do sol sobre os vinhedos, em Bento Gonçalves (Foto: Viagem no Detalhe)

Se você curte enoturismo, não perca tempo e coloque Bento Gonçalves e arredores na sua listinha de viagens – garanto que não vai se arrepender! 🙂

Obrigada pela visita!

Beijos, Camilla

Acompanhe minhas viagens em tempo real pelo instagram >> @viagemnodetalhe

Quando você reserva um hotel pelos links aqui do blog, eu ganho uma pequena comissão, que me ajuda a manter esse site sempre atualizado, mas que não afeta em nada o valor da sua reserva. Se você está curtindo as dicas, contribua 😉

Compartilhe!
Deixe seu Comentário
 
2 Comentários
  1. eleonora
    31.03.2019

    Boa tarde,
    Iremos no meio do ano. Bacanas as suas dicas.
    Um abraço.

    • viagemnodetalhe
      31.03.2019

      Que bom que gostou, Eleonora! Espero que aproveitem muito a viagem! 🙂 abraços, Camilla

Lugares que já visitei
Instagram: @viagemnodetalhe
Himeji foi uma das cidades mais lindas que conheci no Japão! Sua fama pode ser atribuída ao seu famoso castelo, que é tesouro nacional do Japão e patrimônio mundial da humanidade. Fiz um pit stop lá no meu caminho para Hiroshima, mas confesso que foi pouco tempo para curtir com calma todas as atrações da cidade (que não se limitam ao Castelo de Himeji!). Lá no blog, você encontra todas as dicas desse bate e volta no post de #Hiroshima!
.
#VNDnoJapan #Himeji #CastelodeHimeji #HimejiCastle #japan #visitjapan
E o post de Buenos Aires tá no ar! 🇦🇷 Posando ‘casualmente’ rs do lado desse onibusinho fotogênico que encontrei estacionado no bairro de Palermo, pra contar que todas as minhas dicas de Buenos Aires (fora do roteiro tradicionalzão!) estão lá no blog!!
.
No post, você vai encontrar meus passeios favoritos por lá, dicas fora da caixa, sugestões de hotel, restaurantes, cafés e muito mais! Confira: link na Bio ou acesse WWW.VIAGEMNODETALHE.COM
.
#VNDnaArgentina #BuenosAires #Palermo #PalermoBA #AiresBuenos #likebuenosaires #buenosairesargentina
Mais um fim de semana na serra, cercada de natureza, pra recarregar as energias e comemorar o niver da minha avó!
.
Estou em Itaipava, no condomínio @granjabrasilhotelspa, o mesmo que ficamos há exatamente um mês atrás. Alugamos inclusive o mesmo apartamento em que ficamos da última vez, porque gostamos muito! Pra quem se interessar, o apartamento é esse aqui https://abnb.me/mvJ6LWS5bX e, reservando pelo meu link, você ganha R$ 130 de desconto: https://abnb.me/e/VFP7Lzz8bX
.
Acompanhe todas as dicas nos Stories 🎬
.
#ViagemnoDetalhe #VNDnoRio #Itaipava #ItaipavaRJ #GranjaBrasil #Airbnb #AirbnbBrasil
Tem post NOVO no blog (que tá com cara nova também!!) com todo o meu roteiro e dicas de #Hiroshima, essa cidade que viveu um dos capítulos mais tristes da história, mas que tem uma vibe incrível e passa uma mensagem de busca à paz mundial maravilhosa! ☮️ - Link na Bio ou acesse WWW.VIAGEMNODETALHE.COM
.
No post, vocês também irão encontrar todas as minhas dicas de #Himeji e #Miyajima - dois bate e voltas maravilhosos a partir de Hiroshima! 😊
.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
#VNDnoJapao #Japao
Buenos Aires é famosa por seus mil e um cafés e uma das minhas maiores diversões, por lá, é descobrir alguns desses cantinhos especiais!
.
Separei, então, 3 dos que mais gostei de conhecer, das últimas vezes que estive na cidade - já SALVA esse post e marca os amigos que tão indo pra Buenos Aires e amam um cafezinho!
.
☕️ @cigalocafe - é o charmoso local da foto! O ambiente conta com luzinhas, paredes grafitadas e um ar super cool - vale provar as mil e uma opções de café com uma torta de chocolate meio amargo!
.
☕️ @gratitudevivirdisfrutar - café lindo, todo temático de gratidão e good vibes. Além dos cafés e chás especiais, tem uma lojinha super fofa de coisas de casa!
.
☕️ @paul_french_gallery - dentro dessa galeria bem escondida em Palermo, você encontra arte, lojinha de decoração, o delicioso café @decatapasteleria e muito verde - um verdadeiro oásis!
.
#VNDnaArgentina #BuenosAires #Palermo #PalermoBA #AiresBuenos #likebuenosaires #buenosairesargentina #cafesporteños #coffeelovers