Milos: a ilha grega que você precisa conhecer!
Europa Grécia milos

Milos: a ilha grega que você precisa conhecer!

Por Camilla Ribeiro    Postado em 14.08.2018

Milos foi a última ilha grega que visitei, na minha viagem pela Grécia e Turquia (veja aqui meu roteiro completo e dicas) e posso dizer que fui muito feliz em incluí-la em meu roteiro.

milos

Cenários lindos de Milos (Foto: Viagem no Detalhe)

Essa ilha é bem menos turística e, consequentemente, cheia (mesmo em pleno verão!) do que Mykonos e Santorini, muito mais barata e repleta de praias maravilhosas, restaurantes deliciosos e cantinhos charmosos. Ah, foi aqui que foi descoberta a estátua Vênus de Milos, que hoje se encontra no Museu do Louvre.

alogomantra_milos

A paradisíaca praia de Alogomantra (Foto: Viagem no Detalhe)

O clima de Milos é super despretensioso e leve, senti o ritmo da viagem desacelerar, quando nosso ferry aportou lá. É o tipo de lugar em que dá vontade de passar uma semana, só curtindo as praias, comendo em restaurantezinhos fofos com vistas incríveis e relaxando.

milos_firiplaka

A linda praia de Fiiplaka, no sul da ilha (Foto: Viagem no Detalhe)

// Como Chegar?

Vindo de Atenas ou de outras ilhas gregas, é possível chegar em Milos de avião (voos operados pela Agean ou Olympic Air) ou de ferry.

Já contei por aqui que muita gente pensa que o ferry é sempre a opção mais barata, mas isso depende muito da antecedência com que você vê suas passagens. No meu caso, que vi tudo com bastante antecedência, quase não notei diferença de preço entre os voos e trechos de ferry, então escolhi meu deslocamento pelas ilhas gregas de acordo com meu roteiro e os horários que melhor se adaptassem a ele.

Fui de Santorini (leia aqui todas as minhas dicas de Santorini) para Milos no Ferry da Sea Jets. Ao contrário do que muitos me disseram, achei a viagem super tranquila e, em 2 horinhas, desembarcava no meu destino.

Apesar de ter comprado minha passagem de ferry direto no site da Sea Jets, utilizei esse site para pesquisar todas as cias que operavam o trecho e seus horários e preços. Ah, uma dica importante é que, apesar de levar impresso o ticket da sua compra, é preciso trocá-lo pelo bilhete propriamente, o que geralmente pode ser feito no porto (chegue cedo, pois fica cheio!). Eu troquei meu bilhete assim que cheguei no porto de Santorini, vinda de Mykonos (veja aqui todas as minhas dicas de Mykonos) e foi ótimo para fugir dessa fila, quando viajei para Milos.

barco_deixando_porto_milos

Chegada no porto de Milos (Foto: Viagem no Detalhe)

// Quanto Tempo Ficar?

Não tem tempo mínimo, mas acho que pelo menos 3 dias é o necessário para conhecer razoavelmente a ilha. Para curtir com calma e conhecer melhor seus cantinhos, recomendo de 4 a 5 dias.

Eu só tive 3 dias para Milos no meu roteiro, então, tentei organizar tudo da melhor forma para aproveitar a ilha ao máximo!

// Onde se Hospedar?

Milos tem 3 partes principais: Adamas (onde fica o principal porto), Plaka e Pollonia. Eu fiquei bem em dúvida sobre onde ficar, pois sabia que Pollonia era a parte mais charmosa da ilha e contava com algumas das melhores opções de hotel, mas que ficar em Adamas poderia ser mais prático.

Depois de muita pesquisa, acabei optando por me hospedar em Adamas e não me arrependi! Realmente ficar nessa parte da ilha foi muito prático, por estar próxima do principal porto (lugar de chegada e saída dos ferries e ponto de partida dos passeios de barco). Além disso, ao contrário do que se imagina, o lugar é simpático e charmoso, diferentemente do que se espera de uma zona portuária.

adamas_milos

O charmoso bairro de Adamas (Foto: Viagem no Detalhe)

adamas_milos

Restaurantes fofos na orla de Adamas (Foto: Viagem no Detalhe)

Não espere encontrar hotéis de luxo em Adamas. A região é simples, mas possui opções de hospedagem razoáveis, com bom padrão de qualidade. Eu escolhido ficar no Santa Maria Village, um três estrelas bem simpático.

santa_maria_village_piscina

Piscina do hotel Santa Maria Village (Foto: Viagem no Detalhe)

O hotel possui uma boa infraestrutura, com piscina, quartos de tamanho razoável,  ambiente agradável, atendimento excelente e um  café da manhã bem gostoso, com itens locais frescos.

santa_maria_village_quarto

Nosso quarto no Santa Maria Village (Foto: Viagem no Detalhe)

Vale destacar também a área do café da manhã, embaixo da sombra de oliveiras, super agradável, e o excelente custo x benefício que o hotel oferece.

milos_santa_maria_village_flores

Mais cantinhos charmosos do Santa Maria Village (Foto: Viagem no Detalhe)

Achei que o Santa Maria Village cumpriu super bem seu papel e recomendo a hospedagem lá!

Reserve aqui sua estadia no Santa Maria Village ou procure aqui outras opções de hospedagem em Milos.

// Como organizar seu roteiro e explorar a ilha?

O melhor jeito de explorar Milos é alugando carro, a ilha é grande e as praias mais bonitas não são acessíveis por transporte público. Eu aluguei carro assim que cheguei, com a ajuda do hotel Santa Maria Village.

Assim que cheguei, avisei na recepção do hotel minha intenção de alugar carro e, em poucos minutos, o responsável pela locadora (Matha) chegava lá, com nosso carro e demais providências. Fácil e descomplicado! Ah, o valor da diária da locação foi €20 (valor de junho/2018).

Como Milos não é uma ilha pequena, é importante ser bem estratégico na hora de organizar seu roteiro por lá, para não perder tempo com deslocamentos. Meu roteiro de 3 dias ficou assim:
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
✔️Dia 1: Mandrakia + praias do norte da ilha + pôr do sol em Plaka + jantar em Adamas
✔️Dia 2: Passeio de barco de dia inteiro + jantar em Adamas
✔️Dia 3: Praias do sul da ilha + almoço em Pollonia + voo para Atenas

Abaixo, vou contar com mais detalhe sobre cada um dos pontos de interesse da ilha.

// O que fazer?

➦ Mandrakia – um vilarejo de pescadores encantador e super fotogênico, com garagens de barco coloridas encostadas no mar. Lá você irá encontrar algumas cenas autênticas do cotidiano grego, como os polvos pendurados na corda, para secar.

mandrakia

Dá para acreditar na cor dessa água? (Foto: Viagem no Detalhe)

mandrakia_polvos_secando

Cenas típicas gregas (Foto: Viagem no Detalhe)

Além de admirar a beleza do lugar, vale muito a pena almoçar no restaurante Medusa, único dessa parte da ilha e absolutamente delicioso (veja mais sobre o restaurante no fim desse post).

mandrakia_barcos

O belo vilarejo de Mandrakia (Foto: Viagem no Detalhe)

➦ Sarakiniko – é uma das praias mais famosas de Milos devido à semelhança das rochas ao entorno do mar com a superfície da lua. Fica no norte da ilha e foi a primeira praia que visitei em Milos.

sarakiniko

Não lembra a superfície da lua? (Foto Viagem no Detalhe)

sarakiniko_rochas

Escalando as pedras de Sarakiniko (Foto: Viagem no Detalhe)

Ficamos explorando o lugar, mergulhamos, fotografamos os entornos e seguimos para a próxima praia no nosso roteiro pelo norte da ilha. Sarakiniko com certeza foi uma das praias mais exóticas e incríveis que já conheci!

sarakiniko_rocha

Consegue me avistar em cima da rocha? (Foto: Viagem no Detalhe)

➦ Agios Konstantinos – praia super tranquila, com rochas ao redor, mas sem grandes belezas excepcionais. Não vale a pena ficar nela, mas sim, na praia que fica escondidinha do seu lado: Alogomantra.

Agios_Konstantinos

A praia de Agios Konstantinos (Foto: Viagem no Detalhe)

➦ Alogomantra – essa provavelmente foi minha praia favorita de Milos. Paradisíaca, com uma formação rochosa incrível e um mar delicia pra dar aquele mergulho revigorante – não tem como não se apaixonar! Vale separar bastante tempo para curtir com calma esse lugar lindo.

alogomantra

Alogomantra: minha praia favorita em Milos (Foto: Viagem no Detalhe)

➦ Papafragas – essa praia é bem diferente. Nós a vimos de cima e desanimamos de fazer a descida complicadinha até lá embaixo, pois já tínhamos aproveitado muito as outras praias que mencionei acima. De qualquer forma, a praia é linda e tem uma vibe lagoa azul, meio deserta e intocada, sabe?

papafragas

Chegando em Papafragas (Foto: Viagem no Detalhe)

papafragas_vista_cima

Acesso à praia de Papafragas (Foto: Viagem no Detalhe)

➦ Pôr do sol e jantar em Plaka – o “bairro” de Plaka, construído em 1800 com as pedras de um antigo castelo, é todo florido e lembra até uma versão mais rústica do centrinho de Mykonos, com suas casinhas brancas típicas das ilhas Cíclades. É lá que acontece o pôr do sol mais lindo de Milos.

plaka_restaurantes

Restaurantes floridos do bairro de Plaka (Foto: Viagem no Detalhe)

DICA VIAGEM NO DETALHE®: Assista ao pôr do sol no Café Utopia, um café super charmoso, com ambiente romântico e um visual sensacional do pôr do sol. Chegue cedo ou reserve com antecedência, pois fica bem cheio!

utopia_cafe_plaka_milos

Cafe Utopia, melhor lugar para assistir ao pôr do sol em Plaka (Foto: Viagem no Detalhe)

Outro lugar recomendado para assistir ao pôr do sol são as ruínas do antigo castelo de Plaka, que ficam no topo da colina do bairro. Nós não subimos até lá, mas dizem que a vista é linda.

Depois de assistir a mais um pôr do sol mágico, aproveite para bater perna pelo  bairro de Plaka, visitar suas lojinhas graciosas e jantar em um dos seus muitos restaurantes.

ruas_plaka

Pelas ruas de Plaka (Foto: Viagem no Detalhe)

➦ Passeio de barco – Fazer um passeio de barco em Milos é programa obrigatório, pois alguns dos lugares mais lindos da ilha não são acessíveis de outra forma.  Dentre esses, está um lugar chamado Kleftiko, que é reputado como imperdível por todos que visitam a ilha!

passeio_barco_paisagens

Cenários durante o passeio de barco pela ilha (Foto: Viagem no Detalhe)

Kelftiko quer dizer “esconderijo de ladrões”. A razão do nome é porque reza a lenda que era em suas grutas que os piratas se escondiam antigamente.

kleftiko_milos

Kleftiko, um dos principais pontos de interesse de Milos (Foto: heliotropio.com.gr)

Sabendo disso, claro que agendei um passeio de barco que fosse até lá, né? Depois de receber excelentes recomendações, reservei meu passeio com a empresa Polco Sailing, que tinha uma reputação de formar grupos pequenos e dar um atendimento bem diferenciado.

A empresa tem várias opções de itinerários e eu escolhi fazer o “discover Milos” (€75 por pessoa – valor de junho/2018), pacote que durava o dia todo (de 10h às 18:30h) e navegava de norte a sul, fazendo quatro paradas para nado, incluindo Kleftiko, que era meu maior interesse.

Infelizmente, na véspera do meu passeio, a previsão do tempo indicou que o vento não estaria favorável e o roteiro foi radicalmente alterado, passando a ser focado no norte de Milos e nas ilhas vizinhas de  Kimolos e Polyaigos.

O lado positivo da mudança de roteiro foi poder ver lugares praticamente intocados pelo turismo e de beleza inigualável, mas confesso que rolou uma decepçãozinha por não conhecer Kleftiko, depois de nutrir as mais altas expectativas… fica para a próxima!

klima_milos

Vilarejo de pescadores de Klima e suas garagens de barco coloridas (Foto: Viagem no Detalhe)

passeio_barco_formacao_rochosa

Lindas formações rochosas visitadas durante o passeio (Foto: Viagem no Detalhe)

passeio_barco_praia

paisagens de tirar o fôlego durante todo o percurso (Foto: Viagem no Detalhe)

Sobre a Polco Sailing, posso dizer que gostei do serviço prestado, mas confesso que esperava mais, especialmente no que diz respeito à comida e bebida oferecidas. Acho que poderia ser servido vinho durante o passeio e pratos mais diferenciados, considerando que o valor cobrado não é barato.

almoco_polco_sailing

Um pouco do que foi servido durante o passeio com a Polco Sailing (Foto: Viagem no Detalhe)

Vi uma outra companhia que também tinha excelentes recomendações e que me pareceu oferecer um serviço mais diferenciado: a Oneiro. Eu até tentei fechar com eles, mas, infelizmente, já estavam lotados para a data que eu tinha disponível para fazer o passeio. Fica então a dica, caso queira testar. Só não deixe de me contar depois, se fizer o passeio com qualquer um deles 😉

➦ Praia de Firiplaka – Essa é uma das praias mais lindas do sul de Milos. Diferentemente das praias do norte, essa praia é enorme, tem uma larga faixa de areia e estrutura de espreguiçadeiras e guarda-sol, caso queira alugar.

milos_firiplaka_follow_me

Trechos desertos de Firiplaka (Foto: Viagem no Detalhe)

milos_firiplaka_espreguicadeira

Firiplaka possui estrutura de aluguel de guarda-sol e espreguiçadeiras (Foto: Viagem no Detalhe)

A praia tem trechos mais cheios e outros quase desertos, mas ambos lindos! Então, é só escolher onde prefere ficar e aproveitar a experiência.

milos_firiplaka_2

Como não se apaixonar por essa combinação de rochas e cor do mar? (Foto: Viagem no Detalhe)

➦ Praia de Tsigrado – Essa praia é linda, mas tem um acesso super tenso, feito por descida através de uma escadaria e cordinha. Eu não me animei a encarar a cordinha, então, vimos a praia de cima e partimos para o próximo passeio!

tsigrado_milos

A linda praia de Tsigrado… (Foto: Viagem no Detalhe)

tsigrado_acesso

…e seu difícil acesso! (Foto: Viagem no Detalhe)

➦ Passear por Pollonia – Mesmo se você não se hospedar em Pollonia, vale muito a pena conhecer essa charmosa parte de Milos. Minha sugestão é aproveitar o horário do almoço ou do jantar para conhecer um de seus restaurantes simpáticos e bater perna por lá.

pollonia_cantinhos

Cantinhos fofos de Pollonia (Foto: Viagem no Detalhe)

Para minha surpresa, Pollonia é um bairro pequeno e não tem tantas opções de restaurantes e lojas como Adamas. Então, também por isso, reforcei minha certeza de que foi muito bom ter me hospedado em Adamas.

pollonia_milos

Pela ruas de Pollonia (Foto: Viagem no Detalhe)

Eu almocei no famoso restaurante Gialos (sobre o qual falo no próximo tópico desse post) e dei uma volta pelo bairro, depois do almoço.

// Onde comer?

O!Hamas Esse foi o restaurante em que jantamos na nossa primeira noite em Milos e foi, disparado, nosso preferido de Adamas! A culinária é bem típica da ilha, com foco nas carnes de cordeiro e cabra. Lá, provei uma deliciosa versão da moussaka grega.

O ambiente charmosíssimo  do restaurante também merece destaque. Não deixe de jantar lá de forma alguma!

ohamos_milos

Deliciosa moussaka no O!Hamos (Foto: Viagem no Detalhe)

Medusa  – único restaurante de Mandrakia e absolutamente delicioso! Se o sol não estiver muito escaldante, peça uma mesinha do lado de fora e não deixe de provar o polvo grelhado e a salada grega!

mandrakia_medusa_mesas

Mesinhas externas do Medusa (Foto: Viagem no Detalhe)

mandrakia_medusa_comida

Algumas das delícias do restaurante (Foto: Viagem no Detalhe)

Gialos – restaurante mais badalado de Pollonia. Além do visual lindo, de frente para o mar, a culinária leve e refrescante faz com que o Gialos mereça destaque entre os tops da ilha.

gyalos_pollonia_milos_nos

Almoço delícia no Gialos (Foto: Viagem no Detalhe)

Lá, provei a salada grega, as lulas fritas e o camarão grelhado. Tudo delicioso e super recomendado! Não deixe de reservar uma refeição para conhecer o lugar, eu recomendo o almoço, para aproveitar melhor a vista.

gyalos_pollonia_milos

Almoço com vista no Gialos (Foto: Viagem no Detalhe)

➦ Sorveteria em Adamas – De frente para o porto de Adamas, de onde saem e chegam os ferries, há uma sorveteria super fofa, de nome impronunciável…rs

sorveteria_milos2

Fachada da sorveteria – consegue pronunciar o nome? rs (Foto: Viagem no Detalhe)

sorveteria_milos

Um pouco mais do ambiente gracinha de lá (Foto: Viagem no Detalhe)

Vale a pena parar no lugar para um sorvete ou para tomar um cafezinho e provar os deliciosos doces gregos servidos no local. Recomendo o Baklava e o Galaktoboureko.

sorveteria_doces_gregos

Deliciosos doces gregos (Foto: Viagem no Detalhe)

Espero que esse post tenha te animado a considerar incluir, no seu roteiro pela Grécia, outras ilhas menos famosas. E prometo: Milos é uma grata surpresa!

Obrigada pela visita!

Beijos, Camilla

Acompanhe minhas viagens em tempo real pelo instagram >> @viagemnodetalhe

Se você gosta das dicas do blog, ajude na sua manutenção, reservando seus hotéis e pousadas pelos links daqui. Isso não aumenta em nada o valor da sua reserva e gera um percentual revertido para o blog 😉

 

Compartilhe!
Deixe seu Comentário
 
4 Comentários
  1. Leandro
    18.08.2018

    Amei o post! Super bem explicado, como sempre. Parabéns 😉

    • viagemnodetalhe
      19.08.2018

      Muito obrigada! 😀 Que bom que gostou! Beijos, Camilla

  2. […] da minha última viagem à Grecia (você também pode conferir minhas dicas de Mykonos, Santorini e Milos, nos respectivos posts que escrevi sobre cada uma das ilhas). A partir de agora, vou começar a […]

  3. […] Grécia, passei por Atenas e pelas ilhas de Mykonos, Santorini e Milos (clique nos nomes dos lugares para acessar os respectivos posts). Também escrevi um post […]

Lugares que já visitei
Instagram: @viagemnodetalhe