Roteiro de 2 dias nos Emirados Árabes: entre Dubai e Abu Dhabi
Ásia Dubai e Abu Dhabi Emirados Árabes

Roteiro de 2 dias nos Emirados Árabes: entre Dubai e Abu Dhabi

Por Camilla Ribeiro    Postado em 13.12.2018

Eu confesso que os Emirados Árabes nunca estiveram nos meus planos próximos de viagem. Mas, quando comecei a programar minha viagem para o Japão, voando pela Emirates, pareceu uma excelente ideia fazer uma parada por lá, na ida. Primeiro, porque não haveria custo adicional para fazer um stopover em Dubai e, segundo, porque seriam quase 24h de voo, do Rio até o Japão, e uma pausa estratégica no meio do caminho seria super conveniente!

dubai_mall_burj_khalifa

Burj Khalifa, uma das muitas construções grandiosas de Dubai (Foto: Viagem no Detalhe)

E posso agora dizer que foi a melhor decisão que tomei nesse roteiro! Além de chegar descansada e muito mais adaptada ao fuso horário no Japão (e fuso é coisa séria numa viagem para a Ásia!), consegui aproveitar MUITO os Emirados Árabes, além de conhecer mais um país!

burj_alarab

Burj Al Arab, o cartão postal de Dubai (Foto: Viagem no Detalhe)

No meu roteiro por lá, conheci Dubai (minha base) e Abu Dhabi (para onde fiz um bate e volta no meu segundo dia no país). Achei ambas as cidades muito interessantes, cheias de atrações diferentes e com aquela pegada futurista que a gente já vai esperando, né?

skyline_abu_dhabi

O moderno skyline de Abu Dhabi (Foto: Viagem no Detalhe)

Dubai me passou a impressão de ser uma super metrópole, onde tudo está em constante mudança e evolução. A cidade é organizada, super moderna e cheia de guindastes, que trabalham, incansavelmente, na construção de uma eternamente nova Dubai.

meraas_jbr

A área super cool de JBR (Foto: Viagem no Detalhe)

Abu Dhabi, por sua vez, apesar de ser a capital do país, ainda é menos familiar aos turistas do que sua vizinha Dubai. Mas, não se iluda, os ventos de modernidade que sopram em Dubai também ventam em Abu Dhabi e a cidade é repleta de atrações interessantes para se conhecer – já dando um spoiler do meu roteiro, adianto: meu dia favorito nos Emirados Árabes foi o que passei em Abu Dhabi. 🙂

// Como Chegar?

Diversas companhias aéreas operam o trecho Brasil – Dubai. Eu voei de Emirates, que possui voos diretos do Rio de Janeiro até Dubai.

Na verdade, como disse acima, meu voo era Rio – Tokyo (Japão era o meu destino final nessa viagem), com conexão em Dubai, e aproveitei a possibilidade de fazer um stopover na cidade sem custos adicionais que a cia aérea oferecia.

// Quanto Tempo Ficar?

Os Emirados Árabes são cheios de atrações e podem, tranquilamente, ser o destino principal de uma viagem – nesse caso, recomendo de 4 a 5 dias, no mínimo, para explorar o país com a devida tranquilidade.

No meu caso, que fui para lá apenas em um stopover, as 3 noites e 2 dias que tive me permitiram ter uma boa noção do país e conhecer dois dos seus principais emirados.

// Como fazer os passeios?

Em Dubai, fiz todos os passeios por conta própria, usando uber ou táxi (os preços são acessíveis e tudo funciona muito bem). Já em Abu Dhabi, fiz todos os passeios com a Jéssica, da Vamos Dubai, guia brasileira baseada em Dubai.

Achei os serviços da Jéssica excelentes, pois além de ser guia oficial no país e ter todo o conhecimento da cultura local (ela já mora nas arábias há 11 anos e é completamente apaixonada pelo Oriente Médio), ela tem dicas excelentes, daquelas fora da caixa mesmo!

jessica_vamos_dubai

Eu e Jéssica, da Vamos Dubai (Foto: Viagem no Detalhe)

Apesar de eu só ter feito os passeios em Abu Dhabi com ela, a Jéssica também me deu algumas dicas de Dubai que realmente mudaram o meu roteiro e minha percepção sobre o país (falo mais sobre isso abaixo, na parte sobre “o que fazer”). Se eu soubesse disso antes de ir pra Dubai,  com certeza teria pedido a ajuda dela para o outro dia do meu roteiro.

Além de tudo isso, a Jéssica é uma querida, uma pessoa super simpática, agradável e gentil. Acho isso muito importante, porque não basta ter conhecimento e ser uma pessoa chata. Ninguém quer passar um dia de férias na companhia de uma pessoa mala, né? rs

Enfim, recomendo demais os serviços da Vamos Dubai. Para quem tiver interesse em contratar a Jéssica, seu contato é info@vamosdubai.com / +00 971 503 123 612 (whatsapp) e o instagram é @vamosdubai.

// Onde se Hospedar?

Há diversas áreas interessantes para se hospedar em Dubai. Eu optei por ficar próximo ao Burj Khalifa – um dos principais cartões postais da cidade -, por ser uma região central e próxima a vários pontos turísticos, e não me arrependi. A região de Jumeirah Beach (e os arredores de JBR) também me pareceu uma área bem interessante para se hospedar.

Minha escolha de hotel foi o Taj Dubai. Como sou fã do grupo Taj (tive uma das melhores experiências de hospedagem no hotel deles em Udaipur, na Índia – veja aqui como foi), sabia que não teria erro ficar lá e não me decepcionei!

tree_house_bar

Vista de um dos bares do Taj Dubai (Foto: Viagem no Detalhe)

O Taj Dubai tem uma localização super privilegiada: bem em frete ao Burj Khalifa! Além disso, o hotel tem uma super infraestrutura, só bares e restaurantes são 6, sendo que um dos bares (o Treehouse) tem uma vista super UAU para o Burj!

taj_dubai_restaurante_cafe

Clima indiano no restaurante onde é servido o café da manhã (Foto: Viagem no Detalhe)

Os quartos são enormes e super confortáveis. A decoração do hotel é linda e o hall principal tem um perfume delicioso, já clássico do grupo Taj.

taj_dubai_quarto

Nosso quarto no Taj Dubai (Foto: Viagem no Detalhe)

Outro ponto alto do hotel foi o café da manhã super farto. Além de um buffet com opções ocidentais, árabes e um parte oriental enorme, há ainda diversas opções à la carte, incluindo alguns pratos indianos. Pra mim, que estava morrendo de saudade da comida indiana, foi uma alegria!

taj_dubai_cafe_buffet
Seleção árabe no café da manhã (Foto: Viagem no Detalhe)

Enfim, gostei bastante de ter me hospedado no Taj Dubai, um hotel com excelente infra-estrutura e com o tratamento e padrão de qualidade já conhecido da coleção Taj. Recomendo!

Clique aqui para reservar sua estadia no Hotel Taj Dubai  ou pesquise aqui outras opções de hotel em Dubai.

// O que fazer em Dubai?

➦ Jumeirah Beach – Essa é uma das praias mais conhecidas de Dubai e tem vista para o famoso Burj Al Arab, um dos hotéis mais luxuosos do mundo, auto-intitulado como 7 estrelas. O hotel, construído em formato de um barco a vela, é o principal cartão postal de Dubai.

vnd_burjalarab_jumeirah

Com o cartão postal de Dubai: Burj Al Arab (Foto: Viagem no Detalhe)

Mesmo se a sua intenção não for fazer praia em Jumeirah, vale a pena passear por seu longo calçadão (eu segui o caminho desde Kite Beach até o Burj Al Arab), repleto de quiosques e admirar a bela arquitetura do Burj Al Arab.

dubai_calcadao_jumeirah_beach

Caminhada pelo calçadão, com Burj Al Arab ao fundo (Foto: Viagem no Detalhe)

Para quem tem interesse em conhecer o Burj Al Arab por dentro, além de se hospedar lá (reserve aqui), é possível reservar uma refeição em um dos restaurantes do hotel (é necessário agendamento prévio – consulte aqui).

burj_al_arab

Burj Al Arab, o hotel mais luxuoso do mundo (Foto: Divulgação)

➦ Parte Antiga de Dubai – às margens de Dubai Creek, um lago que que serve como porto para a cidade, está a parte antiga de Dubai, onde é possível resgatar algumas reminiscencias da origem do povo emirati.

dubai_antiga

Pelas ruas da parte antiga de Dubai (Foto: Viagem no Detalhe)

Um dos programas mais imperdíveis de se fazer por lá é cruzar o creek em um ‘abra’ (tradicional barquinho árabe). Os abras são bastante utilizados pelos locais e o passeio, que é curtinho e custa apenas 1 dirham (equivalente a R$1, quase), é bem gostoso. Vale a pena!  Eu peguei o abra na saída do mercado de ouro para ir ao mercado têxtil.

abra_dubai

Abras: tradicionais barquinhos árabes (Foto: Viagem no Detalhe)

➦ Gold Souk – Na parte antiga de Dubai é onde ficam os tradicionais souks (mercados) da cidade. Um dos mais famosos é o mercado de ouro, que fica em Deira. São aproximadamente 300 vitrines lotadas de ouro.

gold_souk

A entrada do Gold Souk (Foto: Viagem no Detalhe)

gold_souk_vitrine

Vitrines reluzentes no Gold Souk (Foto: Viagem no Detalhe)

O ápice do mercado é uma vitrine que exibe o anel de ouro mais pesado do mundo, com 60 kg de ouro maciço! Saiu no Guinness e tudo! :O

gold_souk_anel_guinness

Anel de ouro mais pesado do mundo (Foto: Viagem no Detalhe)

Dizem que o valor do ouro no mercado é bom e que vale a pena fazer compras por lá (lembre-se de sempre negociar!). Mas, como esse não era meu intuito, acabei não comprando (e nem checando o preço) de nada.

Nas proximidades do mercado de ouro, há vários outros. Eu visitei também o mercado de especiarias e o mercado têxtil. Esse último foi um dos que mais me chamou a atenção, mas o mercado de ouro, sem dúvidas, é o mais inusitado e diferente. Vale a pena conhecer!

dubai_mercado_textil

Mercado têxtil de Dubai (Foto: Viagem no Detalhe)

Dubai Mall – Muito mais do que ser o maior shopping do mundo, o Dubai Mall é um verdadeiro complexo de lazer. Além de várias lojas e restaurantes, o local abriga também o Aquário de Dubai, a entrada para visitar o Burj Khalifa e as fontes de Dubai.

dubai_mall

Parte do complexo do Dubai Mall (Foto: Viagem no Detalhe)

dubai_mall_aquario

O aquário dentro do Dubai Mall (Foto: Viagem no Detalhe)

Passar por lá acaba sendo inevitável, diante de tantas atrações. Mas, não fosse só isso, o shopping tem muita loja bacana e excelentes restaurantes. No meu primeiro dia na cidade, almocei no maravilhoso Em Sherif (veja mais na parte sobre “onde comer” desse post), que fica em um anexo do Dubai Mall.

burj_khalifa_dubai_mall

O Burj Khalifa visto de dentro do Dubai Mall (Foto: Viagem no Detalhe)

Burj Khalifa – Esse é também um dos principais cartões postais de Dubai. O prédio mais alto do mundo tem 828 m de altura e 160 andares! Subir no deck de observação-At The Top, que fica no 124º andar do prédio, a 442 metros de altura, é um must!

burj_khalifa_entrada

A entrada do Burj Khalifa (Foto: Viagem no Detalhe)

Recomendo subir no Burj no fim da tarde, para assistir o pôr do sol lá de cima, assim você consegue apreciar a vista da cidade tanto de dia quanto à noite. Outra dica super importante é comprar o ingresso com antecedência (o horário é marcado), pois o valor é BEM mais barato do que o do ticket comprado na hora e você ainda evita a fila gigante que fica pra entrar no Burj. A compra é  feita online, no site do Burj Khalifa.

burj_khalifa_vista_dia

Vista do Burj com o dia ainda claro (Foto: Viagem no Detalhe)

burj_khalifa_vista_noite

E o visual da cidade ao anoitecer (Foto: Viagem no Detalhe)

➦ Show de Águas Dançantes – Todos os dias, das 18h às 23h, a cada 30 minutos, acontecem as apresentações Dubai Fountains, o show das fontes dançantes de Dubai, que se movimentam conforme as músicas.

dubai_show_de_aguas_dancantes

O show das águas dançantes (Foto: Viagem no Detalhe)

A atração é gratuita e acontece no Dubai Mall, bem em frente ao Burj Khalifa. Uma boa ideia é encaixar o show, após a visita ao Burj, já que você já estará por lá.

➦ Jumeirah Beach Residence (JBR) – Esse foi disparado um dos meus passeios favoritos em Dubai! O lugar foge completamente do estereótipo esperado da cidade e é cheio de street art em 3D (inclusive um do Kobra!), bares, restaurantes, além de uma praia deliciosa e com infraestrutura, pra curtir nos dias mais quentes!

jbr

A deliciosa área de JBR Foto: Viagem no Detalhe)

jbr_kobra

Lindo grafite do Kobra, em JBR (Foto: Viagem no Detalhe)

IMG_1487

JBR é imperdível para os amantes de street art (Foto: Viagem no Detalhe)

Essa foi uma das dicas preciosas que recebi da Jessica, da Vamos Dubai, que mais amei, pois me permitiram descobrir uma face de Dubai totalmente desconhecida e inesperada pra mim. O lugar é super cool, com uma forte pegada artsy e muito agradável!

Dá vontade de passar o dia todo lá, curtindo – com certeza, tem atrações suficientes para isso – e pra quem gosta de street art, como eu, é imperdível! Os grafites em 3D são surreais!

IMG_1508

Um dos meus grafites favoritos de JBR (Foto: Viagem no Detalhe)

jbr_grafite_3d_menina

Grafites em 3D por toda parte em JBR (Foto: Viagem no Detalhe)

// O que fazer em Abu Dhabi?

Abu Dhabi fica a aproximadamente 1:30h de Dubai, portanto, é super factível fazer um bate e volta até a cidade como eu fiz.

Como disse no começo do post, passei esse dia na companhia da Jéssica, da Vamos Dubai, que foi minha guia por lá e me levou aos principais pontos de interesse. Chegamos em Abu Dhabi por volta de 13:30h e voltamos depois das 20h, mas apesar do pouco tempo, fiquei com a sensação de ter conhecido muito bem tudo a que me propus conhecer e voltei com as melhores impressões desse emirado.

Mesquita_Sheikh_Zayed_vnd

A incrível mesquita Sheikh Zayed, em Abu Dhabi (Foto: Viagem no Detalhe)

Abu Dhabi tem atrações muito interessantes, voltadas para todos os gostos, e me impressionou bastante! A pegada moderna está presente no skyline da cidade e na construção de novas atrações turísticas, mas as tradições também são visíveis em várias partes. A mistura é muito bacana e expõe a personalidade cativante da cidade.

vista_corniche_abu_dhabi_emirates_palace

Vista da corniche de Abu Dhabi, de dentro do Emirates Palace (Foto: Viagem no Detalhe)

Da próxima vez que passar pelos Emirados Árabes, quero muito me basear em Abu Dhabi e curtir alguns dias por lá. Considerando o crescimento exponencial dos Emirados Árabes, com certeza já terão coisas novas para conhecer! 🙂

Louvre Abu DhabiUma das maiores novidades em Abu Dhabi é a filial do Louvre, aberta na cidade em Novembro de 2017. Como boa apaixonada por arte e museus que sou, não poderia deixar de ir lá conferir, né?

louvre_abu_dhabi

A magnífica arquitetura do Louvre Abu Dhabi (Foto: Viagem no Detalhe)

O museu conta com 23 galerias permanentes, abrangendo um corte temporal enorme. O acervo é bem bacana, mas um dos maiores destaque é mesmo sua arquitetura. O projeto do super arquiteto Jean Nouvel é lindo e merece ser tão admirado quanto as obras expostas nas galerias do Louvre Abu Dhabi.

Louvre_abu_dhabi_acervo

Obras e arquitetura do museu (Foto: Viagem no Detalhe)

Além do Louvre, há também planos de abertura de uma filial do Guggenheim em Abu Dhabi. Eu, particularmente, adorei saber desses planos e ver que a cidade tem se engajado para trazer mais opções culturais aos visitantes. A visita ao Louvre Abu Dhabi é absolutamente imperdível!

louvre_abu_dhabi_arquitetura

Detalhes do Louvre Abi Dhabi (Foto: Viagem no Detalhe)

Emirates Palace – O Emirates Palace é o hotel mais tradicional de Abu Dhabi e um verdadeiro símbolo da cidade. O hotel é super luxuoso e todo folheado a ouro! :O

emirates_palace_entrada

Hall de entrada do Emirates Palace (Foto: Viagem no Detalhe)

emirates_palace_cafe

Restaurante onde é servido o famoso cappucino (Foto: Viagem no Detalhe)

A maioria dos turistas visita o Emirates Palace para provar o seu icônico cappucino com flocos de ouro. Mas há diversas outras opções no menu, inclusive um sorvete de leite de camela com ouro.

cappucino_ouro_emirates_palace

O famoso cappucino com flocos de ouro (Foto: Viagem no Detalhe)

Eu confesso que achava que seria um programa super turístico, mas me surpreendi MUITO. Foi uma tarde super divertida e o capuccino de ouro (apesar de caro) é delicioso! Achei o Emirates Palace, de fato, um lugar tradicional e não me passou aquela impressão de pegadinha pra turista, sabe?

vnd_emirates_palace

E esse teto que parece um quadro? (Foto: Viagem no Detalhe)

Algumas informações importantes para planejar a sua visita ao Emirates Palace:

  • É preciso consumir pelo menos 100 dirhams por pessoa, para poder conhecer o hotel (o cappucino custa 73 dirhams e o sorvete com ouro custa cerca de 60);
  • Homens não podem entrar no hotel de bermuda;
  • É recomendável reservar previamente.

➦ Mesquita Sheikh Zayed Mosque – por último, a cereja do bolo! Essa mesquita foi disparado, para mim, o lugar mais lindo que fui nos Emirados Árabes e um dos mais incríveis que já fui na vida!

Mesquita_Sheikh_Zayed

A grandiosa mesquita Sheikh Zayed (Foto: Viagem no Detalhe)

mesquita_sheikh_zayed_vnd (2)

Pirando em cada detalhe da mesquita! (Foto: Viagem no Detalhe)

A mesquita é a maior do país e é considerada uma das maiores e mais lindas do mundo. A riqueza de detalhes do lugar, a sensação de paz que reina lá dentro e sua beleza impressionante fazem com que seja impossível não sair de lá completamente apaixonado!

Mesquita_Sheikh_Zayed_detalhes

Detalhes da mesquita por dentro (Foto: Viagem no Detalhe)

Mesquita_Sheikh_Zayed_flores

Flores de pedras semi preciosas pelas paredes (Foto: Viagem no Detalhe)

Vale a pena se programar para chegar lá antes do pôr do sol, assim você consegue ver a mesquita sob as luzes do dia e da noite. Eu não saberia dizer qual dos dois cenários é mais mágico. Simplesmente imperdível!

Mesquita_Sheikh_Zayed_noite

E o visual com as luzes acessas, ao cair da noite?! (Foto: Viagem no Detalhe)

// Onde comer?

➦ Em Sherif – é considerado um dos melhores restaurantes libaneses do mundo e realmente faz jus à fama! A comida é MUITO boa e MUITO farta. A ideia do lugar é que você prove todos os pratos, numa vibe ‘rodízio chic’ rs…

em_sherif_dubai

“Mesinha” apenas com as entradas do almoço (Foto: Viagem no Detalhe)

Assim que chegamos, o garçon nos explicou esse conceito e encheu nossa mesa de pratos. Já tínhamos achado muita comida, mas ficamos completamente chocados quando ele voltou e anunciou que aquilo eram só as entradas!! rs Come-se muito, mas vale a pena, pois a comida é deliciosa!

em_sherif_dubai_almoco

Em Sherif, um dos melhores libaneses do mundo (Foto: Viagem no Detalhe)

O restaurante fica num anexo do Dubai Mall, bem de frente para o Burj Khalifa.

➦ Pierchic – Restaurante mega romântico e sofisticado, focado em frutos do mar (mas tem outras opções de comida). É considerado um dos melhores restaurantes de Dubai.

pierchic_dubai

Burj Al Arab ao fundo no Pierchic (Foto: Viagem no Detalhe)

Como o nome já indica, o Pierchic fica em um píer super charmoso, de frente para o Burj Al Arab. A atmosfera é uma delicia e a comida também. Vale a pena separar algum dia para jantar ou almoçar lá!

burj_alarab_noite

Vista do Burj Al Arab do pier do restaurante (Foto: Viagem no Detalhe)

Bombay Brasserie – para os fãs da culinária indiana (como eu!) eis uma excelente opção na cidade. O restaurante fica dentro do Hotel Taj Dubai (mas é aberto também a não hóspedes) e o menu degustação é delicioso!

bombay_brasserie_jantar

Vibes indianas no Bombay Brasserie (Foto: Viagem no Detalhe)

Treehouse – Bar do Hotel Taj Dubai (mas aberto também a não hóspedes), com uma vista de tirar o fôlego para o Burj Khalifa!

tree_house_bar_vista_burj

Treehouse: de cara para o Burj Khalifa (Foto: Viagem no Detalhe)

Fui lá na minha primeira noite em Dubai, pra tomar uns drinks e curtir a vista. O lugar tem uma atmosfera super bacana, com DJ e decoração caprichada. Vale a pena conhecer!

treehouse_taj_dubai_drinks

Drinks com vista no Treehouse (Foto: Viagem no Detalhe)

***⠀

Os Emirados Árabes são riquíssimos e cheios de atrações, que vão muito além dos clichês que esperamos. Como disse um dos funcionários do Taj Dubai, quando estávamos partindo: “Dubai é como uma flor, você rega e nasce um novo Burj Khalifa“. Os Emirados Árabes estão em constante renovação e você nunca irá encontrar na sua próxima viagem para lá o mesmo lugar que deixou da última vez que partiu.

Espero que, depois de ler esse post, você tenha se animado para conhecer esse país riquíssimo, seja numa viagem completa ou num stopover – o que vale é conhecer! 😉

Obrigada pela visita!

Beijos, Camilla

Acompanhe minhas viagens em tempo real pelo instagram >> @viagemnodetalhe

Se você gosta das dicas do blog, ajude na sua manutenção, reservando seus hotéis e pousadas pelos links daqui. Isso não aumenta em nada o valor da sua reserva e gera um percentual revertido para o blog 😉

 

Compartilhe!
Deixe seu Comentário
 
11 Comentários
  1. […] muito interessantes, cheias de atrações diferentes e com aquela pegada futurista incrível. Clique aqui para conferir meu roteiro completo e todas as minhas dicas dos dois […]

  2. […] Considerando que são quase 24h de voo, do Rio de Janeiro até o Japão, uma pausa estratégica no meio do caminho foi super conveniente – se tiver tempo, recomendo! Contei meu roteiro e dicas dos Emirados Árabes nesse post aqui. […]

  3. Donizetti
    20.01.2019

    Dicas muito boas. Faltou comentar os valores de hospedagem, restaurantes, passeios

    • viagemnodetalhe
      21.01.2019

      Olá, Donizetti
      Que bom que gostou das dicas. Quantos aos valores de hospedagem, passeios e restaurantes, vai depender do que queira fazer/onde queira ficar. Mas, clicando nos links que deixei no post (de hotéis, restaurantes e locais a visitar), é possível consultar individualmente os valores 😉

  4. […] Considerando que são quase 24h de voo, do Rio de Janeiro até o Japão, uma pausa estratégica no meio do caminho foi super conveniente – se tiver tempo, recomendo! Contei meu roteiro e dicas dos Emirados Árabes nesse post aqui. […]

  5. Erika
    27.10.2019

    Oi Camilla! Tudo bom?
    Gostei muito da sua postagem sobre essa parada em Dubai!!
    Para esse stopover precisou tirar o visto para os Emirados Arabes?
    Obrigada!

    • Camilla
      27.10.2019

      Oi, Erika! Tudo e você?
      Que legal, realmente essa parada vale a pena! Brasileiros não precisam mais de visto para visitar os Emirados Árabes 😉
      Beijos,
      Camilla

  6. […] de ir para lá, imaginava que Singapura teria uma vibe parecida com Dubai, por ser também um país muito jovem e MUITO rico. Mas achei os dois países completamente […]

  7. […] em 1988, já foram o prédio mais alto do mundo (posição atualmente ocupada pelo Burj Khalifa, em Dubai). Seu projeto, concluído em 1998, foi feito em aço e vidro, com estrutura que remete à arte […]

  8. […] Considerando que são quase 24h de voo, do Rio de Janeiro até o Japão, uma pausa estratégica no meio do caminho foi super conveniente – se tiver tempo, recomendo! Contei meu roteiro e dicas dos Emirados Árabes nesse post aqui. […]

  9. […] Considerando que são quase 24h de voo, do Rio de Janeiro até o Japão, uma pausa estratégica no meio do caminho foi super conveniente – se tiver tempo, recomendo! Contei meu roteiro e dicas dos Emirados Árabes nesse post aqui. […]

Lugares que já visitei
Instagram: @viagemnodetalhe